quarta-feira, 17 de maio de 2017

Primeiro super-herói brasileiro

Sobre o personagem Oscar, criado em 1908 por Gustavo Barroso sob o pseudônimo de ‘João do Norte’. Algumas pessoas querem discutir se o Oscar é o primeiro super-herói brasileiro. E fica a pergunta: por que não? A negativa parte do fato de se acreditar que o gênero nasceu com o Superman, então o "super" da expressão "super-herói" se destina apenas aos personagens criados depois, como o Batman... não vou discorrer para como seria inapropriado incluir personagens sem os tais super poderes para dentro do gênero, pois eles de fato já estão lá e isso aponta a elasticidade da classificação.

Bom, o termo "super-herói", assim como a expressão "superman" são na verdade adjetivos de um personagem da literatura dos pulp fictions que antecede ao último kriptoniano. O the Phantom, do Lee Falk é um personagem do gênero super-herói, ninguém duvida, e é anterior ao Superman. O mesmo vale para o Crinson Avenger, um personagem nos moldes dos pulps fictions mais populares e considerado por alguns como o primeiro super-herói da DC Comics.

Muitos dos personagens criados para pulp fiction ganharam versões posteriores para HQ, e são conhecidos como arte do gênero dos super-heróis. Ora, vento que sopra lá, sopra cá também. Se o gênero pode incluir personagens criados antes do Superman, então está morta qualquer tentativa de se descartar a classificação do Oscar como super-herói. Seria o fim do meu texto, se eu não tivesse uma preferência pessoal em incluir o Dr. Alpha nesta classificação. Dr. Alpha é criação de Oswaldo Silva, publicado em 1905 na revista Tico-Tico. Eis aí o grande precursor:


A indumentária espacial, assim como as capas e cuecas por cima das roupas apertadas que vemos em Flash Gordon, parece ditar a regra no gênero dos super-heróis até hoje. Só que o Dr. Alpha já apresentava algumas dessas características décadas antes.

2 comentários:

  1. O problema é que basicamente acatamos os textos americanos como se fosse um códex, landmarks imutáveis e assim, os utilizamos como referencias bibliográficas e zefini! É preciso que um pesquisar fundado em farto material, faça algo aqui no Brasil para servir de referencia bibliográfica, porquanto ficamos levantando uma bandeira e nos questionando ante e diante dos dados dos pesquisadores americanos, que claro, vão puxar brasa pra sardinha deles. Basta ver, que até hoje, eles não admitem a vanguarda do Santos Dumont... Precisamos de um bom livro urgente!!!!

    ResponderExcluir
  2. São incríveis os elementos desenvolvidos por Gustavo Barroso aos 19 anos na revista O Tico Tico em 1908 na série intitulada "O Annel Mágico"!
    O termo "super-homem" foi usado pelos escritores Dostoiévski, Nietzsche, Adolf Hitler e Plínio Salgado antes da criação do homônimo da DC. O Dr. Alpha ainda que possa ser classificado super-herói tem todas as características de "herói espacial" que se convencionou uma categorização à parte, dificilmente alguém adjetiva Flash Gordon ou Buck Roger super-heróis, por esse motivo. Enquanto o Príncipe Oscar possuí todos os principais arquétipos do gênero super-herói dos quadros ao vivo sem exceção ou precedentes. Uniforme; brasão; armas e artefatos de poder; arqui-inimigo; namorada; aliados e até mesmo a primeira equipe de super-heróis aparece em sua aventura!

    ResponderExcluir

Comentários desastrosos serão apagados.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...